O que esperar para o Ibovespa em 2022? Confira as projeções

Analistas esperam ano positivo para o benchmark da Bolsa, ainda que destacando volatilidade em um ano eleitoral. 

A maior parte dos analistas, contudo, acredita que o Ibovespa deve registrar ganhos em 2022 após fechar o ano passado a 104.822 pontos, ainda que em um cenário desafiador e alguns ainda vendo uma alta limitada em meio à alta dos juros com a inflação persistente. A perspectiva positiva ocorre em meio à avaliação de que o Ibovespa está com uma relação de valor sobre o risco convidativa. A média, segundo compilação feita pelo InfoMoney com casas de análise, é de um índice fechando 2022 a 125.800 pontos, ou uma alta de 20% em relação ao fechamento do ano passado.

“A Bolsa brasileira continua barata em quaisquer métricas que mensuramos”, diz texto assinado pelos analistas da XP, que projetam o índice a 123 mil pontos ao final do ano, ou potencial de valorização de 17,34% em relação ao último fechamento de 2021. Seja pela relação Preço/ Lucro, excluindo commodities, comparando com a renda fixa ou outras Bolsas. “Isso por si só não garante retornos positivos, mas para o investidor com paciência e visão de longo prazo, esses momentos de turbulência tendem a ser melhores para investir”, complementa a análise.

O Bradesco BBI avalia que as ações brasileiras continuam a ser um caso de alto risco, dadas as incertezas, mas possuem uma assimetria para o lado positivo. As projeções da casa apontam para Ibovespa negociado aos 130 mil pontos ao fim do ano, (ou upside de 24%) conforme revisão divulgada em dezembro do ano passado, abaixo dos 150 mil estimados anteriormente.

O BB Investimentos, que tem uma projeção positiva para o Ibovespa de 137 mil pontos (alta de 30,7%) em seu cenário base ressalta que, aparentemente, a evolução do processo de imunização no Brasil sugere que o país tende a apresentar impactos de redução de mobilidade menos intensos relativamente ao que se verifica no atual momento na Europa.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta