Itaú apresenta lucro de R$ 6,5 bilhões no segundo trimestre de 2021

Na última segunda-feira (02), o Itaú Unibanco (ITUB4) informou, através da página de relação com os investidores do seu site, que registrou um lucro líquido gerencial de R$ 6.543 bilhões, apresentando alta de 55,6% frente ao mesmo período de 2020 e de 2,3% em relação ao primeiro trimestre de 2021.

O retorno recorrente sobre o patrimônio líquido médio anualizado assistido (ROE) foi de 18,95%, sendo 5,4% superior ao segundo trimestre de 2020 e 0,4% acima do primeiro trimestre de 2020.

O lucro líquido contábil do banco ficou em R$ 7,56 bilhões, proporcionando uma alta de 120% quando comparado aos R$ 3,424 bilhões registrados no ano passado, e de 39,63% em comparação com o primeiro trimestre de 2021.

Segundo a central de resultados do Itaú, a carteira de crédito da instituição avançou 12% de 2020 para o ano de 2021, chegando em R$ 909,05 bilhões. Sendo R$ 279.697 para pessoas físicas; R$ 132.589 para micro, pequenas e médias empresas; R$ 286.720 para grandes empresas e R$ 210.049 para América Latina.

O índice de inadimplência, presente no arquivo como NPL, ficou em 2,3%, inferior aos 2,7% assistidos no segundo trimestre de 2021.

Em comunicado ao mercado, o Itaú informou aos acionistas e ao mercado suas projeções revisadas para o ano de 2021. A companhia considerou na gestão dos seus negócios um custo de capital próximo de 13% a.a.

Passou a previsão de crescimento de sua carteira de crédito total de “entre 5,5% e 9,5%”, para “entre 8,5% e 11,5%”. A margem financeira, por sua vez, foi alterada de “entre R$ 4,9 para R$ 6,4 bilhões” para “entre R$ 6,5 e R$ 8 bilhões”, ao passo que a projeção de margem com cliente foi mantida entre 2,5% e 6,5%.

O banco ainda projetou o seu custo de crédito recuando, assumindo um valor entre R$ 19 e R$ 22 bilhões em 2021, a previsão anterior era que ficasse entre R$ 21,3 e R$ 24,3 bilhões. Além disso, a instituição manteve sua estimativa para a “receita de prestação de serviços e resultado de seguros” com um crescimento entre 2,5% e 6,5%

Fato relevante

Em fato relevante disponibilizado também ontem (02), o Itaú comunicou aos acionistas que o Conselho de Administração, aprovou pagamento de juros sobre o capital próprio no valor de R$ 0,10384 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,088264 por ação. (Com exceção dos acionistas PJ imunes ou isentos, tendo como base de cálculo a posição acionária final registrada no dia 13/08/2021 com suas ações negociadas “ex-direito” a partir do dia 16/08/2021).

O pagamento será realizado em 26/08/2021, assim como o pagamento dos juros sobre o capital próprio já declarados em 2021 – resultando no pagamento do montante total de R$ 2.159 milhões a ser distribuído líquido de impostos.

 

Hoje (03), o Itaú Unibanco (ITUB4) apresentou uma alta de cerca de 1,48%, sendo cotado em R$ 30,93.

(Fonte: Itaú – relação com os investidores; Itaú – Fato Relevante)

Deixe um comentário